O Boston City FC Brasil aderiu à SAF (Sociedade Anônima do Futebol). Renato Valentim segue à frente do clube e fala mais dessa mudança. 

“Continuaremos administrando da mesma forma, já que o Boston City FC Brasil já era gerido como um clube-empresa. Uma das vantagens que estudamos nessa Lei foi o lado tributário. Fizemos um estudo profundo da nova lei, vimos que há vantagens nesse segmento e optamos por aderir”, conta Valentim, Presidente do clube mineiro.

“Nós temos os mesmos ideais de todos os clubes, seja ele associativo ou empresarial, onde o único pensamento é sempre investir na formação de atletas e seres humanos para um futuro melhor. Em se tratando de um clube empresa, precisávamos de um equilíbrio e esta lei, tende em alguns pontos específicos, contribuir para que os clubes e investidores continuem contribuindo para o crescimento do futebol brasileiro”, completa.  

Vivendo em Boston desde 1998, Renato Valentim empreende nos Estados Unidos desde 2001, quando passou a investir no mercado imobiliário de lá e no Brasil.

“Seguiremos com o mesmo profissionalismo. Tentar ser mais racional e inteligente possível nas decisões. Acredito que esse será um caminho a ser seguido por muitos clubes no Brasil”, detalha o empresário, que cursou administração e culinária nos EUA.  

“O clube-empresa veio para ficar, pois os valores que circulam no esporte são elevados em comparação a outros mercados. Com a criação do modelo SAF, onde estes clubes optantes terão um Conselho Administrativo e Fiscal atuante, trará novos investidores, lhes dando uma maior segurança quanto aos investimentos e maior garantia em relação ao retorno financeiro e de crescimento do clube, pois sabemos que uma administração séria também ajudará nos resultados obtidos em campo. O Brasil é um país com cinco títulos mundiais, temos que buscar o mesmo patamar em administração que muitos clubes têm. Pode demorar um pouco, mas já demos um passo”, explica o Presidente, que fundou o Boston City FC.

Renato também está à frente da rede de restaurantes Tavern in the Square, que conta com 12 unidades em 4 Estados Americanos.

“Toda experiência que tenho de empreendedor, principalmente na administração, eu levo para o clube. O futebol dentro das quatro linhas já não é comigo, mas vou dar todo o suporte necessário para que tenhamos sucesso. Uma boa gestão reflete em todas as áreas. Temos que buscar pessoas altamente capacitadas para gerir um clube de futebol em cada cargo, seja administrativo ou no campo”. 

Sobre a vinda de investidores estrangeiros ao Brasil para investir no futebol, Renato Valentim vê com bons olhos. 

“Estou muito feliz em ver grandes empresários de sucesso se interessando em investir no futebol brasileiro. Isso só prova que a minha decisão a cinco ou seis anos atrás, quando comecei a planejar e trabalhar para investir no esporte, a minha visão não estava errada. Espero que outros mais possam se interessar a fazer o mesmo, o que trará muitos benefícios”, conta.  

“As pessoas sempre me perguntam o porquê de investir no futebol brasileiro, já que eu poderia ter outras situações nos EUA ou até mesmo em outros países, mas eu sempre respondo: ‘Eu acredito que o futebol do Brasil possa ser rentável’. Temos uma qualidade técnica absurda, acima da média. Claro que não queremos tratar o atleta como mercadoria, mas o nível é alto. É um terreno extremamente fértil, formamos excelentes jogadores para o mundo inteiro e com a vinda de novos investidores, nosso mercado futebolístico irá só crescer cada vez mais, fazendo assim o Brasil ser a maior potência do futebol mundial,” concluiu.

Sobre o Boston City FC  

O Boston City FC foi fundado em abril de 2015 na cidade de Boston – Massachusetts – EUA, onde disputa atualmente a liga USL, a segunda maior do país. Em setembro de 2017, trouxe para o Brasil a sua primeira filial, situada na cidade de Manhuaçu – Minas Gerais, cidade natal de Renato Valentim, se tornando filiado à Federação Mineira de Futebol e a Confederação Brasileira de Futebol. Iniciando-se os trabalhos em janeiro de 2018, logo em seu primeiro ano de fundação, a equipe Sub-15 se consagrou campeã da Segunda Divisão Mineira, conseguindo o acesso à primeira Divisão do Estado de Minas Gerais. O clube também está na elite do futebol mineiro nas categorias Sub17 e Sub20. Já a equipe profissional atualmente disputa a Segunda Divisão de Minas Gerais, com o projeto de chegar à elite do futebol mineiro nos próximos anos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *